Pilotos

Portugal

Smart grid infrastructure as an enabler of new business demand to integrate DSF in e-markets.

  • Inglês
  • Português

Objetivos

O piloto português vai permitir a dois tipos de consumidores – residenciais e comerciais – aceder a soluções que os vão ligar à energia do futuro.

A demonstração em área residencial pretende atingir os seguintes objetivos:

  • Explorar diferentes serviços energéticos (P2P, gestão da flexibilidade, etc.) em casas, edifícios e comunidades energéticas;
  • Explorar plataformas digitais interoperáveis para serviços energéticos e não energéticos baseados em soluções de conectividade em nuvem e híbridas;
  • Validar e flexibilizar as plataformas e as interfaces de troca de dados dentro da infraestrutura DSO (Operador do Sistema de Distribuição) e demonstrar a conformidade com as normas CIM e o potencial para uma ampla adopção a nível da UE.


A demonstração comercial vai replicar o modelo interoperável desenvolvido no projeto para:

  • Desenvolver um sistema integrado de gestão de energia (iEMS) para as lojas de retalho;
  • Explorar a prestração de serviços de gestão de energia através do iEMS;
  • Demonstrar o potencial da agregação da flexibilidade, tanto em conjunto com o Operadores da Rede de Distribuição (ORD), em termos de flexibilidade do lado da procura, como para a melhor gestão dos recursos energéticos.
  • Demonstrar o potencial de serviços de parqueamento dedicado a veículo elétrico em áreas privadas pode promover de forma impactante a mobilidade elétrica.


Infraestrutura

A demonstração residencial vai ser implementada em 250 residências em 5 locais, em todo o país. O piloto comercial vai ser desenvolvido e instalado em 12 lojas de retalho espalhadas pelo território português, das quais: ~75% vão incluir sistemas de energia renovável; ~75% vão incluir mobilidade elétrica e ~50% vão incluir sistemas de energia renovável e mobilidade elétrica.


Tecnologias

As seguintes tecnologias vão ser instaladas no piloto português:

  • Sistema de Gestão de Edifícios (BMS): Sistema que integra subsistemas/aparelhos disponíveis numa loja.
  • iEMS: Sistema que integra BMS de diferentes lojas.
  • Camada de interoperabilidade: Conjunto de adaptadores semânticos que permitem a comunicação entre diferentes sistemas.
  • Carregadores de veículos elétrico: Hardware necessário para carregar veículos elétricos.
  • Plataformas técnicas: Conjunto de plataformas técnicas de vários agentes (gestor de mobilidade eletrónica, retalhista, agregador de flexibilidade, gestor de loja, etc.) que vão comunicar através da camada
    de interoperabilidade, permitindo a implementação de novos serviços e soluções.

From the InterConnect Consortium:
Parceiros associados
Portugal